terça-feira, 7 de junho de 2005

A Escola da Vida

Cada vez mais crianças moçambicanas ficam órfãs, à medida que os pais vão morrendo com Sida. As Nações Unidas estimam que existam 47.000 "órfãos de Sida" naquele país. Como consequência, em algumas áreas rurais, as crianças não sabem como cultivar a comida que necessitam para sobreviver. Nas províncias de Manica e Sofala foram criadas várias escolas para ensinar a estas crianças algumas técnicas agrícolas elementares. Uma foto-reportagem da BBC: Life School.


3 comentários:

João Moutinho disse...

Isto da SIDA é um problema seríssimo.
Mas como solucionar isto?
De entre outras coisas como a educação sexual e distribuição de preservativos, a juntar outras medidas de higiene e segurança, é acreditarmos que somos seres monogâmicos.
Nós não somos poliândricos nem polígenos.

F Cirilo disse...

Existem grandes negócios a ser feitos à custa das patentes dos medicamentos.
As multinacionais não querem saber se os miseráveis africanos têm dinheiro ou não. Para eles só conta o dinheiro.
Violar essas patentes é uma causa justa.

João Moutinho disse...

Pois Cirilo,
Isso que diz é verdade mas também pode haver o efeito reverso de as farmacêuticas deixarem de investir no combate ao HIV por já partirem do princípio que as suas patentes vão ser violdas.
Em todo o caso, honra seja feito ao Brasil, que neste domínio tem-se comportado de forma generosa.
Mas isso a que se refere sobre a indústria farmacêtica é bem verdade, penso que é a segunda ou terceira indústria mais forte do mundo.