terça-feira, 29 de novembro de 2005

William S. Hatcher: 1935-2005


William S. Hatcher era uma personagem bem conhecida para baha'is de vários países. Doutorado em Matemática pela Universidade de Neuchâtel (Suíça), tinha-se tornado uma especialista na interpretação filosófica da ciência e da religião. Durante trinta e cinco anos leccionou em várias universidades dos Estados Unidos, Europa e Rússia.

Foi autor e co-autor de vários livros, artigos e monografias sobre matemática, lógica e filosofia. Entre os seus trabalhos destacam-se The Logical Foundations of Mathematics; Pergamon Press, Oxford, 1982; The Bahá'í Faith (co-autor com J. Douglas Martin), Harper & Row , S. Francisco, 1985 (considerado como «livro do ano» no tema religião pela Encyclopaedia Britannica, 1986); Logic and Logos, George Ronald, Oxford, 1990, Love, Power, and Justice, 1998, 2002; Minimalism, a Bridge Between Classical Philosophy and the Baha'i Faith, 2002.

Além da sua actividade profissional, William Hatcher desenvolveu várias actividades como membro da comunidade baha’i, tendo servido durante alguns anos na Assembleia Espiritual Nacional da Federação Russa.

Faleceu subitamente na tarde do passado domingo (27 de Novembro) em Stratford (Ontário) no Canadá.

-------------------------------
Links relacionados:

4 comentários:

João Moutinho disse...

"Doutorado em Matemática pela Universidade de Neuchâtel (Suíça), tinha-se tornado uma especialista na interpretação filosófica da ciência e da religião"
É apenas um desabafo referente ao nosso sistema de ensino que insiste em considerar a matemática e filosofia como duas disciplinas não interrelacionadas mas quase como antagónicas.
Basta lembrara as escolhas que os alunos do 9.º ano têm de fazer, ou escolhem o caminho da matemática ou o da filosofia.

Pri disse...

Vale a pena observar as muitas lições da história, sobre o que elas tem a nos ensinar. A começar pelo surgimento das primeiras fraternidades ,-sociedades (ditas) secretas, d'onde jovens se reuniam, para discutir diversos assuntos, entre eles astronômia, matemática e é claro, filosofia. É lamentável que um sistema educacional como o brasileiro, vá além do contra-senso atual. E mais uma vez na contra- mão histórica.
Criando meros seres executores.
Confirmando a que a indústria de game, já alega a tempos: Que no Brasil, não vale a pena investir em jogos (vírgula) de raciocínio.

Pedro Reis disse...

Olá vivam,

Só para acrescentar que aquando das minhas visitas à Rússia, ouvi falar com muito carinho e admiração por parte dos bahá'ís Russos pelo Dr. Hatcher. Ele lecionou por algum tempo numa das Universidades de São Petersburgo, já antes da Perestroika, o que era muito pouco comum para um Americano.
Não sabia que ele chegou a pertencer à Assembleia Nacional da Rússia, mas sei que pertenceu também à Assembleia Local de São Petersburgo. Para quem não sabe, uma curiosidade, para as comunidades bahá'ís coerentemente com o ideal de - "a terra é um só país e a humanidade os seus cidadãos" - não interessa a nacionalidade do crente, mas antes a localidade onde reside, para efeitos de pertencer aos orgãos administrativos da Comunidade.

dan disse...

a tragic loss for sure. I've posted an english-language announcement on my blog.