terça-feira, 24 de janeiro de 2006

Caligrafia

A caligrafia sempre foi uma arte muito apreciada nas sociedades islâmicas. Isto pode parecer estranho a um ocidental; nós temos por hábito associar as palavras a significados e conceitos; dificilmente pensamos nas palavras em termos de gráficos ou visuais. Aquilo que para nós parecem apenas linhas e pontos, são muitas vezes uma representação artística da palavra revelada.

Tendo a religião bahá'í surgido num meio islâmico, é natural que os seus primeiros crentes mantivessem esses hábitos culturais; a sua herança cultural aliada à nova religião permitiu-lhe produzir trabalhos inovadores e merecedores de apreciação. A figura seguinte intitula-se "O Vale da Busca"; trata-se de uma referência a um excerto de um livro de Bahá'u'lláh intitulado "Os Sete Vales". Neste livro descrevem-se as sucessivas fases que deve atravessar toda a pessoa que empreende uma jornada de desenvolvimento espiritual.


Apesar de não saber língua árabe consigo identificar nesta imagem algumas características do Vale da Busca, tal como Bahá'u'lláh descreve no livro "Os Sete Vales": linhas que parecem não ter princípio nem fim, que sugerem um movimento circular infinito, deixando perceber que a verdade se encontra para lá da existência material e se encontra intimamente ligada à Divindade.

(Imagem obtida no blog Flitzy Phoebie)

8 comentários:

Maria Lagos disse...

Esteticamente muito bom, mas parabéns! ainda gostei mais da tua linguagem poética!

João Moutinho disse...

Oxalá também tivéssemos herdado alguma da caligrafia árabe...Mas porque não surgiu nenhuma Revelação em língua latina?

GH disse...

Joao Moutinho e os seus arabescos de linguagem...
Eh eh eh eh

Elise disse...

excelente, é sempre bom aprender algo mais sobre outras religiões.

***

marco, talvez queira ler isto. abraço.

Marco disse...

Elise,
Obrigado pelo link.
Só me pergunto: "será verdade?"

João Moutinho disse...

Elise,
Apesar de se ter dirigido ao Marco tomei a liberdasde de consultar o artigo.
Obviamente que se tudo o que está escrito é verdade haveremos de reconhecer que não se trata um motivo para nos regozijarmos.
No entanto, permito-me chamar a atenção para o facto de Bento XVI nuna ter caído muito bem nos média (ou mídia).

Elise disse...

marco, eu espero que o islão adopte reformas urgentes. para bem dos muçulmanos, para bem dos não-muçulmanos.mas acho díficil.

abraço

Marco disse...

Também acho difícil.