sexta-feira, 10 de março de 2006

Um beijo lambusado



Todos os dias da semana têm um momento especial. Quando chego a casa, o meu filho mais velho, assim que me ouve a abrir a porta, começa a chamar por mim "O pai! O pai!..." e corre para a porta, abraça-se às minhas pernas, e tenta dar-me o beijinho de boas vindas. É aquele momento quase mágico em que todos os problemas e o stress do emprego se desvanecem e só existe a família.

Ontem ao fim do dia, quando vivi esse momento estranhei que o beijinho do meu filho fosse tão lambusado. Não é costume... Depois de um abracinho, perguntei-lhe "Então? Como foi a escola? Portaste-te bem?"

Quase imediatamente surgiu a minha mulher que, num tom severo de mãe, me contou: "O teu filho acabou de apanhar uma palmada!..."

"Então filho? O que fizeste?" Ele ignorou a minha pergunta e começou a brincar com uns carrinhos, como se não quisesse responder à minha pergunta. Ainda insisti, mas não me respondeu.

A minha mulher esclareceu o motivo da palmada: "Apanhei-o agora mesmo a beber água das cadelas!"

Percebi então o porquê daquele beijo lambusado.

5 comentários:

george wesley disse...

I am so glad to hear news about your family.

Elise disse...

ahhh! :D

por acaso, há uma semana vi um programa do Dr Phil em que uma mãe queixava-se que o filho queria ser um cavalo. relinchava em todos os lugares públicos. lá tiveram de explicar à criança que os cavalos não têm brinquedos, não dormem numa cama, só comem erva, etc,etc.

o miúdo acabou por desistir da idéia de ser um cavalo.

mas sem dúvida que podemos afirmar que a imaginação das crianças é admirável.

Elise disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Dad disse...

Todas as crianças gostam de "partilhar" coisas com os animais de estimação...mas a aguinhaaa, ó Markito, tens que ter mais juizito!
Beijokas para todos e bom fim de semana!

Pedro Reis disse...

"GANDA Maluco!"...