sexta-feira, 26 de maio de 2006

Detenções em Shiraz (Actualização)

Cinquenta e um dos jovens bahá'is detidos no passado dia 19 de Maio foram libertados; outros três permanecem detidos, não tendo havido qualquer indicação serão libertados brevemente. Nenhum dos que foram agora libertados - nem os três que ainda permanecem detidos - foram formalmente acusados.

No dia das detenções, um jovem com menos de 15 anos, foi libertado sem ter de pagar fiança; simultaneamente vários outros jovens que não são bahá'ís também foram libertados sem lhes ter sido exigido o pagamento de qualquer fiança.

No dia 24 de Maio (quarta-feira), 14 dos baha'is foram libertados, tendo cada um que dar como garantia valores, ou bens, num total de dez milhões de tumans (aproximadamente 8500 Euros). Ontem, 36 bahá'ís foram libertados em troca de garantias pessoais ou entrega das suas licenças de trabalho que as autoridades exigiram como garantia de comparência no tribunal no dia do julgamento.

3 comentários:

João Moutinho disse...

A História vai-se prolongando.
Só gostava era de saber o que é que os muçulmanos "moderados" iraninanos pensam e dizem sobre o assunto.

Marco disse...

Joao Moutinho,
Pelo que tenho lido em diversos blogs e jornais on-line, para os iranianos moderados o "problema baha'i" é apenas um dos muitos problemas do Irão.

Além da "crise nuclear" que agora se fala, o Irão tem problemas com minorias étnicas (árabes, azeris), um fosso enorme entre ricos e pobres, muitas manifestações de estudantes a favor da liberdade de imprensa, 3 milhões de viciados em heroína...

Talvez por causa disto, a questão dos baha'is não é tão conhecida quanto nós gostaríamos.

Pedro Reis disse...

Viva,

No seguimento de comentários "postados" no artigo anterior em relação há acção a tomar pelos bahá'ís em relação a este assunto, venho sugerir que possam utilizar o comunidado à imprensa elaborado pela Comunidade Bahá'í de Portugal, o qual pode ser obtido no seu site. Trata-se de um documento oficial que pode e deve ser distribuido aos orgãos de informação por qualquer cidadão:

http://pt.bahai.org/media__1/comunicados_a_imprensa