quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

Os meus rapazes

"Tenho lido o teu blog... Parece que andas pouco inspirado... Dantes partilhavas opiniões e diversas histórias; agora estás a viver à base de citações."

Foi um comentário que ouvi e com o qual concordei imediatamente. Na verdade, uma alteração na minha vida profissional e o facto dos meus filhos exigirem cada vez mais tempo e atenção, fazem com que seja menor a minha disponibilidade para “blogar”. Só quando eles estão a dormir é que ligo o computador.

Nesta fase das nossas vidas é mesmo assim: as brincadeiras com eles são mais importantes do que qualquer post. Aliás tem sido interessante notar como o mais velho gosta cada vez mais de brincadeiras com um pouco de agressividade; brincar aos lobos, aos leões, à luta (sempre com cócegas à mistura) tornaram-se hábitos aqui em casa. O mais novo completou um ano; já anda e toma o irmão como referência para tudo; gosta sempre de se juntar às brincadeiras.

Aqui fica uma foto dos dois.

9 comentários:

João disse...

Pois...com esta justificação e com esta foto quem ousará condenar-te;-)

Mikolik disse...

Pois eu nem sei como até para as citações arranjas tempo!
Eu tenho andado a comentar aqui muito porque ainda estou de licença parental.

Já vi que o teu filme de vida é parecido com o meu, claro, com as inevitáveis diferenças. No meu caso é o mais novo que anda a fazer de "dinossauro mau" atrás do mais velho. Este último, quer é pegar o bebé, fazer puzzles e que eu lhe conte histórias antes de ir para a cama. Como será a interacção dos três quando o terceiro começar a gatinhar? Uma coisa é certa, vão ficar todos no mesmo quarto até à adolescência, queremos criar entre eles uma relação próxima.

Hoje vou-lhes fazer uma surpresa, vamos pela primeira vez ao cinema, ver o Happy Feet, eles conhecem a trailler e costumavam gozar muito ao vê-la, acho que vão gostar de ver o filme ainda que o cinema seja um bocado forte para eles; escuro, som muito alto, muito tempo, enfim, veremos como reagem!

GH disse...

A isto se chama um post todo babado!
:-)

dina disse...

aproveita bemmmmmmmmmmmmmmmm, mas podes sempre escrever qualquer coisinha mais "leve" como por exemplo ... "bolas, o meu mais velho já consegue fazer-me nódoas negras", e "ai, ai, então não querem lá ver que agora sou burro?"

esta ultima tem a ver comigo, a minha criança há dias perguntou-me muito calmamente : "sabes ler as letras mãe? ou lês os desenhos?" contei até 100, afinal o meu maior orgulho foi ter aprendido a ler e escrever, tudo o resto foi acrescento :) e respondi-lhe " já sei ler sim filho e também sei escrever!"

beijinhos

Helena disse...

...E de repente fiquei com saudades dos tempos em que os meus brincavam assim!
Sugiro um truque, tentando agradar a gregos e romanos: brincar muito muito muito com eles (para os cansar), metê-los logo na cama, e ala que se faz tarde para o blogue...
;-)

O meu marido tinha um dom incrível: metia a Christina (de meses) na cama por volta das 19:00, e se ela começava a chamar, ele ia ao quarto e dizia-lhe: "o teu dia acabou, agora é a tua hora de dormir". Só isso, e ela adormecia pacificamente.
Escusado será dizer que com o Matthias já não funcionou, que eles nunca saem tipo fotocópia uns dos outros.

Marco Oliveira disse...

Pois é Helena.
Eu tenho consciência que estes momentos com eles não se repetem e por isso quero aproveitá-los ao máximo.

João Moutinho disse...

Um papá babado, e não longe de casa...

Fernanda disse...

Parabéns Marco! pelos dois rapagões lindos e pela atitude de pai presente! Claro que o blog pode esperar... first things first.

FRQSTR=19220523|19220523|19220523|19220523|19220523Fernanda disse...

Parabéns Marco! pelos dois rapagões lindos e pela atitude de pai presente!