domingo, 17 de dezembro de 2006

What if he were son of Egyptian baha’is living in Egypt?

It’s been a troubled weekend, here at home.

Yesterday afternoon our youngest son, David, began vomiting any food we would give him. My wife had a bad feeling about that, so after dinner we decided to take him to the hospital.

The doctors were puzzled with his symptoms: no fever or diarrhea; just vomit. And he was behaving like any normal kid between vomits. So the doctor suggested that he should stay in the hospital for the night. Today David had fever and diarrhea. So this is gastroenteritis. It happens to kids. He will stay another night at the hospital (just for precaution) and he will come back home tomorrow.

When the doctor first told us that David should stay at the hospital, my wife had tears in her eyes. She told me: "Sometimes our life seems to be so full of trouble..." "Not really", I answered, "If we were Egyptian baha’is living in Egypt they wouldn’t even admit us in the hospital. That would be serious trouble, for sure..."

Can you imagine what would happen to this child if he were son of Egyptian baha’is living in Egypt?

7 comentários:

Mikolik disse...

Pá, calma que isso passa.
Isto a vida de "multi-pai" é cheia de "multi-preocupações"...

Só quem os têm é que poderá ter a oportunidade de, citando Khalil Gibran, "chorar todas as lágrimas", mas também "sorrir todos os sorrisos".

Vou já daqui fazer também uma oração pelas melhoras do David.

Marco Oliveira disse...

Mikolik,

Obrigado pelas tuas palavras.

Eu estou habituado a estas preocupações. O David está a ser tratado por médicos competentes. Dentro de dias poderá voltar para casa e tudo estará resolvido.

E quando se resolverá o problema dos baha'is egípcios?

Não sabemos, não é verdade?

Pois é por esse motivo que penso que os bahá'ís egípcios precisam mais de orações do que o David.

Mikolik disse...

Marco, também acho que tens razão.

El Terrible disse...

Caro Marco,

Visitei hoje pela primeira vez o teu blog e gostei. No entanto, se permites a minha opinião, acho que devias escrever apenas em português. De forma directa, mas sincera e honesta, devo dizer-te que o teu inglês tem algumas falhas. E votos sinceros de melhoras para o teu filho.

Marco Oliveira disse...

El Terrible,
Obrigado pela visita.
Eu costumo escrever quase sempre em português.
Mas como notei que estava a receber várias visitas provenientes dos EUA e do Egipto, achei que a minha mensagem lhes poderia chegar mais facilmente.
E claro que o meu inglês tem falhas... leio bastante em inglês, mas a escrita anda "perra".

Elfo disse...

Olá, Marco, não sabia que o teu filhote estava doente. Lamento que não me tenhas dito nada. Como sabes, e se não sabias ficas agora a saber, tenho sempre um canal aberto para os amigos e não só, através do qual posso dar um empurrãozito nas melhoras de quem o solicite.
Um abraço,
Elfo

Marco Oliveira disse...

O David veio hoje para casa.
Fiquei a saber que a educadora dele também está com gastroentrite, assim como 5 crianças da sala dele.

E falando com amigos e colegas de trabalho fiquei a saber que anda aí um valente surto de gastroentrite.