quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Miss Landmines 2008 (Angola)

Nunca gostei de Concursos de Misses. Mas o Expresso chamou hoje a atenção para um que é verdadeiramente especial. Vai decorrer em Angola e intitula-se Miss Minas Terrestres 2008. As candidatas são mulheres que ficaram mutiladas sequência de explosões de minas antipessoal no país. Aqui ficam as fotos de algumas concorrentes.

Mariana Lucas (Huambo)


Maria Restino Manuel (Cuanza Sul)


Maria da Fátima Conceicao (Moxico)


Filomena Domingos da Costa (Malanje)

A ideia do concurso foi do artista norueguês Morten Traavik, e conta com o apoio do Governo angolano e da União Europeia, financiadores do projecto.

Além de ser uma forma inovadora de chamar a nossa atenção para um problema terrível que se vivem em Angola (e muitos outros países), o projecto tem por objectivo a capacitação e a abertura de novas oportunidades para os sobreviventes destes engenhos. Simultaneamente, desafia os conceitos tradicionais de beleza e perfeição física.

O site do projecto está disponível aqui.

3 comentários:

Leonor disse...

a beleza é realmente muito relativa.

fico sem palavras com esta iniciativa, que espero que seja amplamente divulgada.

a vida, de facto, é o que fazemos dela

vai espreitar o meu canto

Paula Crespo disse...

Especial, sem dúvida. Fez-me lembrar o anúncio da Dove(acho que era da Dove...), em que apareciam mulheres que não encaixavam no conceito estereotipado de beleza, alertando para outros olhares. Aqui o alerta é mais profundo.
Muito boa, esta campanha.

Marco disse...

Paula
Obrigado pela visita :-)

Em tempos escrevi aqui sobre o anúncio da Dove.

É muito espantoso como criamos estereótipos na nossa cabeça e não damos por isso.