terça-feira, 22 de abril de 2008

Uma mensagem de Pervez Musharraf

Acontece, com cada vez mais regularidade, que Presidentes, Monarcas e Chefes de Governo felicitem a Comunidade Baha’i por ocasião dos seus dias festivos. Acontece no Naw-Ruz (o Ano novo) e também acontece no Ridvan (que celebramos durantes estes dias). Estas mensagens são considerados gestos de cortesia e reflectem um reconhecimento da importância que a Comunidade Baha’i atingiu nesse país.

Mas quando uma mensagem dessas vem de um chefe de Estado de um país maioritariamente muçulmano, então o facto é surpreendente. Segundo o jornal paquistanês The News, o Presidente Pervez Musharraf, enviou à comunidade Bahá'í do Paquistão uma mensagem de felicitações por ocasião do Festival de Ridvan que agora se comemora.

Na mensagem lia-se: "As minorias são um elemento sagrado para Paquistão. O fundador da nação afirmou este princípio na criação do Paquistão, dizendo que deve ser assegurada uma política de igualdade, liberdade e segurança para todas as comunidades".

O presidente Musharraf também afirmou que todas as religiões ensinam valores elevados, como a igualdade, a justiça social e os direitos humanos, tal como o Islão defende um tratamento justo e igualdade para todos. "O Ridvan é também uma oportunidade para nos lembrarmos e reafirmarmos o nosso empenho no trabalho duro em benefício da humanidade. Desejo um Ridvan muito feliz à comunidade Baha'i, em especial aos que vivem no Paquistão.”

A mensagem reflecte uma boa dose de coragem por parte do Presidente Musharraf. Recorde-se que a situação política do Paquistão é bastante instável e este acto poderá ser usado contra ele. Imagino que não faltarão vozes extremistas a denunciá-los como “amigo dos Bahá'ís”.

4 comentários:

GH disse...

Pois temos de reconhecer que o homem se está a arriscar. E muito! Um lider de um país muçulmano que assume o risco de ser visto como "amigo dos Baha'is" ou é corajoso ou é maluco.

SAM disse...

Para ele e para os bahá'ís também...

Sei lá, digo eu!

Pq ele não é bem o santo de serviço... Pessoalmente até preferia que ele se preocupasse com outras coisas que não os bahá'ís... Mas, pronto, cada um com as suas preocupações, não é?

mauxito disse...

Feliz Ridván!!!

João Moutinho disse...

Nunca pensei vir a felicitar o Musharraf de forma tão efusiva.