sábado, 3 de maio de 2008

Um debate Bahá'í - Cristão

Dois Bahá'ís num debate com um Cristão agarrado a interpretações literais. Uma conversa que não leva a nada... Felizmente o moderador é um pouco mais sóbrio que a Júlia Pinheiro!





3 comentários:

João Moutinho disse...

Era bom assistir a um debate nesses na nossa Lusitânia.
No entanto, é curiosa a referência à Ressurreição corpórea de Jesus porque isso também está presente em muito do pensamento da Igreja de Roma.

Carlos Moreira disse...

Há várias passagens no Novo Testamento que compara os termos corpo e carne como a Palavra de Deus e com Sua Igreja. Na última ceia, por exemplo, Jesus ao repartir o pão diz: "Tomai, comei; isto é o meu corpo."
Compreendo que Cristo chamava aos discípulos para a Sua Igreja, tal como um corpo vivo.
Este mesmo corpo parecia haver morrido com a negação de Pedro, com crucificação e com o desânimo que se abateu entre os discípulos. A ressurreição representa o ressurgir daquele corpo vivo definido e criado por Jesus.

alexbr82 disse...

Acho que não pode passar em claro a parte em que o pastor refere-se a Jesus quando fala com tomé e diz-lhe para tocar nas feridas. Tudo o resto faz sentido com a resurreição espiritual excepto isso.