segunda-feira, 21 de julho de 2008

Morrer na praia

Esta é das notícias/imagens mais escandalosas e nojentas de hoje.

Duas meninas ciganas afogaram-se acidentalmente na praia de Torregaveta, em Nápoles. Diversos relatos divergem sobre o que as meninas faziam na praia, o que as terá levado a aventurarem-se na água, e a forma como se afogaram. Mas algumas imagens captadas quando os seus corpos sem vida jaziam cobertos por toalhas na areia da praia estão a chocar o mundo; veja-se a indiferença de alguns banhistas – gozando o dia de sol - perante a proximidade dos cadáveres das crianças.

Que sociedade é esta que dá tão pouco valor à vida das crianças?





----------------------------------------------------------
Sobre este assunto:
Italian outrage over Roma drowning photos (CNN)
Gypsy girls' corpses on beach in Italy fail to put off sunbathers (Guardian)
Itália: banhistas indiferentes aos corpos de duas crianças ciganas no areal (Publico)

10 comentários:

GH disse...

Aquela escumalha que domina a politica italiana anda numa de hostilização aos ciganos, tal como os nazis hostilizavam os judeus.

E tal como aconteceu nesses tempos sombrios, também os italianos vão hoje ficando indiferentes ao sofrimento de minorias étnicas ostracizadas pelos seus dirigente politicos.

Tive lá em Janeiro. Sei do que falo.

João disse...

Chocante, de facto!

entãoéassim... disse...

A notícia, agravada pelas imagens, é arrepiante.
No entanto, ninguém me proíbe de contrariar o que é aparentemente óbvio. Prefiro acreditar que as pessoas que estão por perto (foto 1) não sabem que se trata de dois cadáveres e tão pouco de ciganos (faria diferença se não fossem?). Lá por vermos pessoas estendidas na praia cobertas com toalhas (porque parecem-me toalhas de praia), temos que as matar?
E o rapaz que está ao telefone tão descontraidamente? Estará a convidar os amigos a irem ter com ele? "Está um dia fixe, estão é aqui duas miúdas mortas - ainda por cima ciganas - mas tá-se bem, isso não nos vai estragar o dia".
Demos-lhes o benefício da dúvida, seria demasiado macabro!
As leituras podem ser muito variadas. A minha é esta, até prova em contrário.
Negação? Pode ser...durmo melhor!

Jose Freixo disse...

Os comentarios sobre imagens é o que se chama de manipulação. As pessoas podem não se ter apercebido e serem ciganos faz a indiferença maior?

Marco disse...

As notícias mostram que não se trata de manipulação. Todas as noticias divergem em alguns pormenores, mas citam diversas fontes que descrevem a indiferença dos banhistas. E houve uns quantos que se aproximaram, viram que eram crianças ciganas, e foram à sua vida, como se se tratasse de algo irrelevante.

José Freixo disse...

E se fossem crianças brancas e fossem à sua vida na mesma teria este destaque?

Marco disse...

José Freixo,

É possível que não. Mas faço outra pergunta. Se não fosse a actual hostilidade dos políticos italianos à minoria cigana esta notícia teria tido este destaque? A reacção das pessoas não é uma consequência dessa campanha?

José Freixo disse...

Caro Marco,
"A reacção das pessoas não é uma consequência dessa campanha?"

Das pessoas que vêm a notícia talvez, mas isso é irrelevante. O problema dos ciganos em italia é serem perseguidos em vida.
A questão chocante é a indiferença das pessoas que estão na praia com mortos ao lado e essa indiferença é humana e não tem cor de pele.

Elfo disse...

Italianos...!? Se fosse em Portugal acontecia o mesmo, quando muito desviavam-se um bocadinho para o lado. Quando vemos, ouvimos e lemos que o governo iraniano nega que houve um holocausto e, não reagimos, de que estamos à espera?

Somos todos coniventes com a situação quando não a denunciamos.

Anónimo disse...

Desculpem lá a minha falta de sensibilidade!!! nem tenho coragem de por meu nome ;-)
o que queriam mesmo que estas pessoas fizessem para além de chamar as autoridades???