quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Aconteceu no Bahrain...



A notícia estava ontem no Khaleej Times e dava conta que a Human Rights Watch Society do Bahrain elegeu o seu secretariado na passada segunda-feira. Deste organismo fazem parte quatro muçulmanos, um cristão, um judeu, e - pela primeira vez - um hindu e um baha’i. Foi a primeira vez que isto aconteceu naquele país do Golfo Pérsico. Saliente-se ainda que esta equipa agora eleita é constituída por quatro homens e quatro mulheres.

A Human Rights Watch Society do Bahrain, que é conhecida por se dedicar à protecção das minorias e à promoção da liberdade religiosa, vai elaborar um programa de monitorização das eleições parlamentares e municipais que terão lugar em 2010.

É daqueles exemplos que passam despercebidos, mas que deviam ser publicitados.

4 comentários:

GH disse...

Um andorinha não faz a primavera.

Mas os países muçulmanos podiam tentar perceber porque é que o Bahrain e os Emirados florescem e atraem tanto investimento estrangeiro? Quem tem um futuro mais promissor: estas sociedades que gradualmente se vão abrindo, ou as sociedades fechadas e medievais (tipo Arábia Saudita e Irão)

iuri disse...

Wow! Fantastico!

De notar que o Bahrain é um Pais de população maioritariamente xiita (o unico a seguir ao irão e ao iraque).

Da experiencia que tive nesse Pais, os Bahais tem uma reputação de "Boa gente", uma vez estava com a minha esposa no DQ, quando por acaso ouvimos um grupo de arabes (xiitas) a falarem dos Bahais a conversa foi algo do genero:

"tenho negocios com a familia X" "a familia X? eles são bahais"
"sim são, são muito boa gente"
"sim os Bahais são boa gente, podes confiar neles"

Porem, em contrapartida, a verdade é que a população mais pobre e em aldeias pode ser facilmente manipulada pelos mullas para os seus proprios fins, e isso infelizmente aplica-se a maioria dos paises Arabes.
Porem o investimento que o Reino do bahrain faz na população ajuda a reverter essa situação.

Se quiserem viver no medio Oriente sugiro-vos o Bahrain :) Tem uma comunidade Bahai exelente, não se pagam impostos e a gasolina custa 6 centimos por litro. Os estrageiros são cerca de um terço da população.

GH disse...

Iuri:
E vc acha mesmo que se pode confiar numa pessoa só porque ela é bahai?

iuri disse...

gh,

Eu só relatei o que certas pessoas dizeram.
E quanto a isso , confiar "só por ser bahai" a resposta é não, embora admita que possa ter "mais" confiança numa pessoa que é Bahai porque sei que a pessoa segue certos principios (e note-se que é diferente alguem ser Bahai e chamar-se Bahai)