sexta-feira, 31 de março de 2017

EUA: Residência de Bahá’í vandalizada com mensagens anti-Islão

Após uma breve ausência de 3 dias, um Bahá’í iraniano residente nos EUA encontrou a sua casa vandalizada com frases pintadas com ameaças e mensagens anti-Islão. Além disto encontrou uma carta que o ameaçava de morte e vários cartuchos de munições colocados na forma de cruz.

Aparentemente, os autores deste crime terão pensado que o Sr. Hasel Afshar era muçulmano. Mas o Sr. Asfar é Bahá’í. O Sr. Afshar nasceu no Irão e vive nos EUA como refugiado desde 2010. Vive e trabalha na cidade de Troutdale, no Oregon.

“Acredito que os EUA são um grande país. Mas não sei; há muita gente racista”, afirmou o Sr. Asfar. Vários vizinhos ficaram revoltados com o sucedido e ofereceram-se para limpar e arranjar a casa.

A polícia local está a investigar o caso e considerou que as inscrições na casa do sr. Asfar eram um crime de intimidação. O FBI também está envolvido na investigação.

O presidente do Município descreveu o caso com um “ataque horrível” e acrescentou que a cidade e a polícia estão a fazer todos os esforços para identificar os responsáveis. “Ninguém deveria experimentar o medo de ser atacado devido à sua identidade ou prática da sua religião. Lamento que esta violência tenha penetrado na nossa comunidade, e saliento a importância de trabalhar para criar mais ligações e compaixão entre as nossas comunidades, acrescentou.

-----------------------------
FONTES:
Bias crime targets Troutdale homeowner
Hate graffiti sprayed in home of Iran refugee
Man's home ransacked, spray-painted with death threats and anti-Muslim graffiti

1 comentário:

Claudia Achutti disse...

Isto foi consequência do terrorismo que acontece há muito tempo, infelizmente! Não devemos atacar, mas também não devemos defender!
Por causa do preconceito muçulmano é que os bahá'ís estão presos no Irão!