quarta-feira, 11 de outubro de 2006

Londres

É estranho, mas não me canso de visitar Londres.
De tempos a tempos, revejo os mesmos locais. E é como se os visse pela primeira vez.
O que há a dizer sobre a grande cidade já foi dito... todos sabem...
Ficam as imagens. Sem qualquer ordem ou legenda.































5 comentários:

Mikolik disse...

Não sabia que já tinham reposto a àguia que tinha sido roubada no memorial de Shoggi Effendi!

Tu deves ter a ligação com Londres que eu tenho com a Rússia - atração inexplicável - mas depois de 9 visitas já não sinto grande vontade em ir a Moscovo.

De resto, viva as máquinas fotográficas digitais :-)
Rutland Gate é a rua onde se localiza o Centro Bahá'í não é?

dina disse...

até que enfim mudaste os códigos estúpidos nos campos obrigatórios

falta-te uma foto de Londres, aquela das cabines telefonicas, eu nunca resisto a tirar, acho imensa piada como é que senhores tão direitinhos a andar de metro, têm cabines telefónicas cheias, e "cheias" é mesmo "cheias" de fotos e telefones de meninas disponives para o que for preciso :)
devem ser mesmo muito carentes, aquilo deve ser .. sair do metro a correr e ir para uma cabine telefónica ;)

Marco Oliveira disse...

Mikolik,
Rutland Gate 27 é a morada do Centro Baha'i em Londres.

Dina,
Ainda não sei como retirar esses "códigos estúpidos"; tu dever ter feito alguma coisa no teu browser para que eles não apareçam.
Quanto às cabines telefónicas, desta vez vi poucas com os papelinhos das meninas. DEvem andar a limpar aquilo com mais regularidade.

GH disse...

Pois eu também já tava a pensar que tinhas ido a Londres só para ler jornais.
Apesar de já conhecer a maioria destes lugares, gosto sempre de ver as fotos.

Marco Oliveira disse...

GH,
Na década de 1880, Baha’u’llah escreveu:

"As páginas dos jornais que rapidamente vão aparecendo são, na verdade, o espelho do mundo. Refletem os actos e os desejos de diversos povos e famílias. Refletem-nos e tornam-os conhecidos. São um espelho dotado de audição, visão e discurso. São um fenómeno espantoso e poderoso."

O meu interesse pelos jornais tem a ver com essa necessidade de perceber melhor diferentes povos e sociedades. Para mim, não basta visitar os locais e falar com algumas pessoas; tenho que perceber o que vai na cabeça da generalidade das pessoas. Mais uma mania minha... :-)