quinta-feira, 26 de abril de 2007

Guernica

Foi há setenta anos...



"Essas lutas infrutíferas, essas guerras ruinosas cessarão e a Mais Grandiosa Paz virá." (Bahá'u'lláh)
Estas palavras de Bahá’u’lláh surgem por vezes como uma visão utópica do futuro da humanidade. Certamente que há algumas gerações atrás, era um sonho impossível. Mas será o conflito armado uma ocorrência inevitável na história da humanidade?

Consideremos a experiência europeia das duas últimas gerações: ressalvando as guerras na ex-Jugoslávia, tudo parece indicar que é possível substituir o conflito armado por rivalidades fraternas. Será isto consequência de um processo de amadurecimento colectivo, ou mero fruto circunstâncias políticas de uma época? Estaremos condenados a repetir erros do passado ou entramos numa fase de relacionamento mais pacífico entre os povos europeus? Conseguiremos nós, os europeus, levar esta experiência a outros povos?

2 comentários:

GH disse...

Guernica
Coventry
Dresden
Hamburgo
Varsóvia
Estalinegrado
Srebrenica

Já chega!
Estamos fartos de guerra.

FL disse...

Achei curiosas as declarações de líderes bascos a reclamar um pedido de desculpas de Madrid, alegadndo que até os alemães já o tinham feito. É uma questão interessante.